terça-feira, 3 de março de 2009

Mishirika em Cena - Coraline e o Mundo Secreto



Definitivamente não há nada melhor do que ir ao cinema e voltar pra casa com aquele sorrisão de satisfação estampado nos cornos! E é assim que você vai sair da sala caso resolva assistir Coraline e o Mundo Secreto. Com certeza é uma daquelas animações 100% redondinhas! E o mais importante: Foi totalmente feito em stop-motion (técnica de animação em que consiste filmar bonecos articulados quadro-a-quadro). Realmente um sopro de ar fresco muitíssimo bem vindo em uma era de animações digitais (lembrando aos cidadãos de que não tenho absolutamente nada contra animações em CGI, contanto que sejam bem escritas e graficamente bem resolvidas).



O responsável por esta obra-prima é ninguém menos do que Henry Selick, diretor de mão cheia responsável por clássicos como O estranho Mundo de Jack (1993 - criado e produzido por Tim Burton) e James e o Pêssego Gigante (1996), além de ter sido pupilo de Jules Engel (1906-2003), um dos maiores gênios da animação experimental.



Coraline e o Mundo Secreto foi um filme inspirado no livro homônimo escrito por uma das mais célebres mentes criativas dos Quadrinhos, Neil Gaiman (dãã, Sandman,cacete!); oferecendo ao espectador um universo de extrema
sensibilidade, este caracterizado por uma linguagem visual rica em cores vibrantes e detalhes absurdos (o sortudo que, como eu, puder assistir o filme em um Cinema 3D, vai realmente ficar boquiaberto com a profundidade acentuada pelos cenários e bonecos de stop-motion; você praticamente fica "cara-a-cara" com eles). Os movimentos dos bonecos são extermamente graciosos, com um timing (tempo de ação de um personagem ou objeto em cena) delicioso de ser visto
e actings (linguagem corporal dos personagens) tão bem elaborados que fazem com que a pentelha Coraline e sua trupe tenham uma dose extra de carisma na telona.



Outra coisa que adorei ao assistir esse "filme-família" foi o fato de terem reservado ao público momentos extremamente sombrios, como toda boa obra infantojuvenil deveria ainda ser. Ver aquela criançada toda se borrando perante uma cena ma
cabra momentos após terem se escangalhado de rir, não tem preço!!! Infelizmente na era do "politicamente insuportável (correto)" é cada vez mais raro haver espaço para coisas desse tipo. Já se foi o tempo em que filmes pra gurizada tinham doses de drama,suspense e ação pincelados, como é o caso de alguns clássicos "Sessão da Tarde" como Os Caça-Fantasmas,Os Goonies, Bettlejuice e por aí vai...



Quanto a história, dispensa-se comentários: perfeita!
Sério, sem exageros!
Selick adapta majestosamente a literatura de Gaiman sem deixar qualquer ponta solta, mesmo ao decidir criar mais um personagem, Wybie Lovat, para dar mais dinamismo a um dos pontos-chave da história: O passado do sombrio Palácio Cor-de-Rosa.


Eu assisti as 2 versões (original e dublada) e posso afirmar que a versão nacional, mesmo sem as vozes de Dakota Fanning, John Hodgman e Teri Hatcher, não deixa a desejar. Muito pelo contrário: uma animação totalmente dublada por profissionais talentosos,lip sync soberbo e, graças aos céus, sem nenhum "modelo-ator-da-novela-das-oito" assassinando a dinâmica do filme com sua interpretação patética.
Aos puristas que odeiam qualquer coisa dublada por achar "isso-e-aquilo", um recado: vão à merda e assistam sem cu doce,ok?).



Resumo da ópera, cambada: Vão já pro cinema, comprem aquela pipoca torrada dos infernos, melequem seus dedos com aquela manteiga safada e assistam com gosto uma das melhores animações dos últimos tempos!

Fui !!!

3 comentários:

Anônimo disse...

Adorei o texto, praticamente uma reportagem, um verdadeiro crítico de animação! rs Deu vontade de levantar agora e assitir mesmo o filme!

francielly.podanoschi disse...

Estou descobrindo vc, nego, te cercando talvez... Feito vaquinha no pasto vc vai ficar tão cercadinho, sem nem perceber e aparecerei de repente: KABUM!!!
(terrorismo) rsrsrs...

Mishirika Kamikaze disse...

Quem é você afinal, dona terrorista que acompanha este blog mofado o qual nunca consigo tempo pra atualizar (apesar das várias promessas)? Hehehehe